BSC – BALANCED SCORECARD

Você acredita que os indicadores da sua empresa devem estar centrados em critérios unicamente financeiros? Claro que esse é um ponto bastante importante. Porém, há outras questões que agregam valor ao serviço/produto oferecido e não tem uma relação direta com a lucratividade.

Pensando neste cenário mais amplo de análise dos indicadores da organização, os autores Robert Kaplan e David Norton, desenvolveram na década de 1990 o Balanced Scorecard, mais conhecido como BSC.

Esses autores identificaram falhas no processo de controle estratégico das empresas, por focarem seus indicadores basicamente em critérios financeiros.

Afinal, o que é o famoso BSC?

O BSC então, é considerado um sistema de controle integrado, que apresenta, além da perspectiva financeira, outros pontos da gestão que contribuem para a geração de valor sobre o produto/serviço.

Os principais indicadores analisados estavam atrelados à critérios de relacionamento com o cliente, inovação de produtos e serviços, capacidade e motivação dos colaboradores.

Sendo assim, o objetivo do BSC era avaliar e traduzir em números, a relação da empresa com o seu mercado, processos internos e aprendizagem e crescimento dos colaboradores.

Porque é importante utilizar o BSC?

Pensa um pouco comigo: Se focarmos apenas no âmbito financeiro, como vamos saber se as metas (aquelas que estabelecemos antes de começar qualquer negócio) estão sendo atingidas ou não? Dessa forma, só sabemos se estamos “ganhando” mais ou menos, fica impossível determinar os motivos dessa oscilação.

Assim como, hoje você pode estar tendo uma receita excelente, num piscar de olhos isso pode mudar drasticamente. Isso porque a visão e objetivos da empresa foram deixados no papel. O sucesso de um empreendimento depende muito mais da eficácia das ações tomadas internamente, do que da receita em si. Isso porque quando sabemos onde estamos pisando, podemos tomar providencias antes que não conformidades possam ocorrer, evitando um “desastre” maior.

Logo podemos pensar, que uma empresa que possui boas estratégias e está atenta às necessidades de melhorias e mudanças, possui uma perspectiva muito maior a longo prazo. Pensar apenas no hoje é um erro que pode te tirar do mercado.

Como o BSC se relaciona com a Gestão da Qualidade?

Analisar o negócio de forma ampla, especialmente sob a perspectiva dos clientes e dos processos internos contribui para alcançar os princípios da gestão da qualidade. Aliás, umas das abordagens do BSC trata-se de disseminar a cultura da qualidade entre os colaboradores da empresa.

O BSC apresenta um “Mapa Estratégico” da Organização. Nele é possível observar toda a estratégia da empresa e estabelecer ações que levarão a equipe ao alcance dos objetivos.

Trabalhar com foco em qualidade e disseminar essa cultura internamente é pensar a longo prazo e investir no crescimento, inovação e constante melhoria da Organização. Isso, queridos leitores, é GESTÃO.

Se você gostou desse conteúdo, não deixe de se inscrever em nossa Newsletter para continuar acompanhando os nossos conteúdos!

Ah! Se você quer alcançar resultados ainda melhores, invista em tecnologias que otimizam o tempo e os resultados obtidos pela equipe. Para saber mais, CLIQUE AQUI.

Assine a nossa Newsletter  e receba notificações sobre novos conteúdos!