Gestão de Mudanças

As gestão de mudanças deve estar presente nas empresas. Pois, devido ao bombardeio de notícias gerado pelas mídias, as pessoas mudam suas opiniões, comportamentos, desejos e necessidades num piscar de olhos. Para que as empresas consigam acompanhar essas transformações, é necessário haver uma política de gestão de mudanças eficaz.

É claro que essas mudanças nem sempre são drásticas, podem ser apenas simples detalhes, mas que irão gerar grandes resultados na percepção do cliente. O que acontece é que há extrema necessidade de estar sempre antenado, o crescimento depende das inovações, das melhorias, das adequações. Enfim, o fato é que tudo pode sempre ser melhorado, aprimorado e principalmente, inovado.

Como gerenciar as mudanças?

Todas as mudanças devem ser estudadas e planejadas, é necessário ter fundamentos nas decisões. Por isso antes de tomar qualquer decisão, pergunte a si mesmo: Porque fazer? Como fazer? Quando fazer? Quem serão os responsáveis na execução do plano? Afinal, toda mudança, por menor que seja, precisa ser aplicada com responsabilidade. Caso contrário, além de não gerar benefícios podem ainda trazer prejuízos para a organização.

Portanto, é visto que ser uma empresa de sucesso não depende simplesmente de estar atento às mudanças e adequar-se a elas aos poucos, mas sim, de antecipá-las estando sempre um passo à frente. Para isso é preciso ter sabedoria na hora de decidir quais mudanças devem ser feitas e qual o melhor momento de aplica-las. Assim,  o esforço da equipe não será em vão.

Como gerar essas mudanças?

As mudanças só podem ser geradas de uma maneira: estar atento ao consumidor. A única maneira de entender a mente dos consumidores, antecipar seus desejos, é mantendo um bom relacionamento com ele. Procurar saber quais os fatores positivos e negativos do seu produto/serviço pode ser um excelente ponto de partida.

A partir deste ponto é possível começar a ter ideias que irão agradar o consumidor. Talvez uma ideia que surge hoje dentro da organização, pode ser uma exigência de um cliente amanhã. Ou talvez o concorrente à coloque no mercado antes de você, por isso é tão importante ter em mente a antecipação dos desejos, e criar algo novo baseado naquilo que você sente que o seu consumidor precisa, ou pode vir a precisar. O fato é que ninguém nunca está totalmente satisfeito, por isso, mesmo que seu produto seja o melhor do mercado, a inovação é necessária para se manter em primeiro lugar.

Se você não criar algo novo hoje, com certeza alguém irá criar amanhã.

Como tirar as ideias do papel?

O primeiro passo é admitir que as mudanças são necessárias. O segundo é entender o consumidor. O terceiro, e último, é fazer um bom planejamento de todos os passos que devem ser seguidos para alcançar determinado objetivo. O planejamento e a comunicação interna são pontos cruciais para tirar qualquer ideia do papel.

Toda melhoria só é possível se houver uma equipe capacitada se comunicando, trocando ideias e em busca dos melhores resultados. Estabelecer metas e manter a organização gera facilidade no momento de aplicar toda e qualquer mudança.

“Para sobreviver e ter sucesso, cada organização tem de se tornar um agente da mudança. A forma mais eficaz de gerenciar a mudança é criá-la.”  – Peter Drucker

Contudo, vimos que o trabalho em equipe, a vontade de vencer e estar à frente da concorrência e ainda, colocar as vontades e desejos do consumidor em primeiro lugar, são fatores essenciais para qualquer empresa que deseja criar uma imagem positiva na mente das pessoas a respeito de seus produtos/serviços. Além de conquistar um bom posicionamento, exceder expectativas, obter uma equipe comprometida e ser reconhecida por sua excelência.

O sucesso de qualquer empresa depende da satisfação de seus clientes.

Assine a nossa Newsletter  e receba notificações sobre novos artigos!