COMO LIDAR COM AS NÃO CONFORMIDADES

 LEVEI UMA NÃO CONFORMIDADE, E AGORA?

Falamos muito aqui no Blog sobre a importância de trabalhar sempre visando riscos e oportunidades de melhoria. Tanto para que a Organização se mantenha num constante aperfeiçoamento de seus processos e produtos, como também para evitar as tão temidas não conformidades.

Afinal, com o erro feito tudo se torna mais complicado. A Organização acaba sofrendo com retrabalhos, custos e ainda é preciso tomar um imenso cuidado para que o problema não se torne algo maior do que já é. Por isso é muito importante que a equipe esteja preparada para essas situações.

Ter um plano de ação eficaz, um time bem treinado e com jogo de cintura para enfrentar essas complicações com agilidade são o ponto chave para garantir que sejam feitas as melhorias necessárias para que a situação não volte a ocorrer.

O ideal é que a equipe tenha em sua cultura a ideia de antecipar os riscos, justamente para que as não conformidades não ocorram. Porém, sabemos que todos estão sujeitos a cometer erros. O primeiro passo na resolução de um erro dentro de uma Organização é: Identificá-lo.

Ao invés de perder tempo procurando culpados, o melhor é assumir a não conformidade como uma equipe, e resolvê-la unindo forças. Sabe toda aquela estratégia montada pela empresa para atingir metas? Essa é a hora de analisa-la em busca do melhor plano de ação, e agir.

Em uma situação como essa (de não conformidade) percebemos a eficácia (ou a ineficácia) do planejamento estratégico da Organização. Afinal, um bom planejamento deve possuir parâmetros do que está e do que não está conforme. Somente assim é possível ter um padrão de qualidade. Logo, é necessário ter planos de ação para quando situações não conformes ocorrerem.

A utilização de ferramentas da qualidade possibilita maior agilidade e eficácia das ações. Para encontrar a causa podemos utilizar o Diagrama de Ishikawa, 5 porquês, brainstorming, etc. Para o plano de ação o 5W2H é um ótimo direcionador.

“Planejamento de longo prazo não lida com decisões futuras, mas com um futuro de decisões presentes” – Peter Drucker

Assine a nossa Newsletter  e receba notificações sobre novos artigos!