CARTA DE CONTROLE NA GESTÃO DA QUALIDADE

A Carta de Controle é uma das 7 ferramentas da qualidade e é essencial para o bom funcionamento do setor. O objetivo dessa ferramenta é observar se o processo está dentro dos padrões e evidenciar quando há presença de causas comuns ou especiais. Dessa forma, é possível aplicar medidas que corrijam essas variações indesejadas.

As causas comuns são aquelas inevitáveis e tem relação com o sistema em questão. As causas especiais são aquelas que podem e devem ser evitadas, por exemplo: falhas causadas pela equipe.

São inúmeros os benefícios que podemos alcançar utilizando a carta de controle. Devido a fácil identificação das causas de variação é possível diminuir retrabalhos, garantir a qualidade do produto final, diminuir custos e garantir melhorias constantes.

Estrutura de um gráfico de controle:Gráfico-de-Controle

O ideal é manter as variações dentro do espaço onde está a “linha média”. Se essa variação ultrapassar o “limite superior” ou o “limite inferior” significa que algo está fora dos padrões. Portanto, é necessário identificar as causas e aplicar as soluções necessárias para que as variações fiquem dentro da média.

Existem dois tipos de gráficos de controle:

Carta de controle por variáveis:

É mais complexa, porém, apresentam maior número de informações. O benefício de utilizar essa opção é a possibilidade de aplicar ações preventivas. O controle por variáveis também permite a identificação das falhas com maior facilidade.

Carta de controle por atributos:

A medição da carta por atributos consiste em identificar se o processo está conforme ou não. Essa é uma opção mais simples de ser realizada e permite aplicar ações corretivas.

Podemos perceber que essa ferramenta auxilia a equipe a identificar as causas raízes das irregularidades que ocorrem durante o processo. Desta forma, é possível inovar e aprimorar constantemente os procedimentos internos, garantindo a satisfação dos clientes.

Assine a nossa Newsletter  e receba notificações sobre novos artigos!