As principais teorias da administração

Você já ouviu falar sobre as principais teorias da administração? Pois bem, elas existem! Para começar é importante ter em mente para que serve a administração e qual a sua importância. Todos que vivem no meio corporativo deveriam saber, mas nem todos sabem.

O fato é que uma administração eficaz é ESSENCIAL para o desenvolvimento e crescimento de qualquer negócio. As mudanças no meio organizacional, a evolução do capitalismo e das tecnologias são fatores que desencadearam o surgimento dessas teorias. Afinal, para sobreviver ao mercado é preciso entende-lo e buscar as melhores formas de se adaptar às condições internas e externas.

Daí surge a importância de conhecer cada uma dessas teorias e aplica-las de acordo com a necessidade do seu negócio. Uma teoria não se contrapõe a outra, apenas possuem focos diferentes.

Então, vamos falar sobre cada uma delas? Vamos começar:

ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA (Frederick Winslow Taylor)

Nessa teoria o foco é a produtividade. Nesse modelo, levava-se em consideração o âmbito operacional. O comprometimento de cada colaborador tinha que ser apenas com a função que ele exercia. Não havia uma preocupação com o todo, com metas e objetivos.

Os colaboradores eram vistos como “máquinas”. O único incentivo que eles possuíam era salarial (ou prêmios). A psicologia era mais ou menos assim: Quanto mais o individuo produz, mas recompensas salariais ele tem. Isso se dava porque o foco era obter o máximo de produtividade e o mínimo de desperdícios.

Se por um lado, houve aumento na produtividade, por outro, os colaboradores acabam frustrados por não ter um incentivo social. Não sabiam exatamente em quê seu trabalho era útil, além disso, não havia o espírito de equipe, onde todos trabalham juntos, comemoram juntos e se comprometem com o ideal da Organização.

ADMINISTRAÇÃO BUROCRÁTICA (Max Weber)

O foco aqui é a eficácia e a eficiência. Dentre as principais características desse modelo de administração estão:

  • A formalidade: já que todas as informações deveriam ser passadas de maneira formal, por escrito.
  • A hierarquia: quanto maior o cargo, mais temido e respeitado era o colaborador.
  • A divisão de trabalho e impessoalidade: fatores como pontos fracos e fortes de cada um não eram analisados, as atividades de cada um eram determinadas pelo seu cargo e função.

ADMINISTRAÇÃO CLÁSSICA (Henri Fayol)

Essa teoria enfatiza a estrutura organizacional. Fayol determinou 14 princípios essenciais para administração. São eles:

  1. Divisão do trabalho – Cada um preocupa-se apenas com a sua função
  2. Autoridade e responsabilidade – Os superiores dão as ordens
  3. Unidade de comando – Os colaboradores recebem ordens somente de um chefe
  4. Unidade de direção – Controle único
  5. Disciplina – As regras devem ser seguidas
  6. Remuneração – Deve ser justa para cada colaborador
  7. Interesses gerais – Interesses gerais sobrepõe os interesses individuais
  8. Centralização – Atividades e autoridade são centralizadas
  9. Hierarquia – Respeito total à hierarquia
  10. Ordem – A organização é primordial
  11. Equidade – A justiça deve estar presente na Organização
  12. Estabilidade dos funcionários – Baixa rotatividade de funcionários
  13. Iniciativa – O que foi planejado deve ser cumprido
  14. Espírito de equipe – Os colaboradores devem trabalhar com união

ADMINISTRAÇÃO DAS RELAÇÕES HUMANAS (Elton Mayo)

Como o nome já pressupõe, esse tipo de administração tem foco nas relações pessoais. Nessa teoria administrativa, começa a aparecer a figura do líder como algo importante para a Organização.

A motivação da equipe passa a ser um fator importante. Os processos se tornam menos “mecânicos” e as coisas passam a ser menos formais. Começam a entender a os colaboradores trabalham mais satisfeitos quando se sentem recompensados.

Esses são os 4 primeiros modelos de administração apresentados. No próximo post, falaremos sobre: a teoria estruturalista, a neoclássica, a comportamental e a contingencial. Portanto, não deixem de nos acompanhar.

Enquanto isso, confira esse conteúdo sobre os principais tipos de liderança. Até semana que vem!

Assine a nossa Newsletter  e receba notificações sobre novos artigos!