As principais teorias da administração – Continuação

Bom, na semana passada começamos a discorrer sobre as principais teorias da administração. Falamos sobre as primeiras 4 teorias, são elas:

  • Científica

  • Burocrática

  • Clássica

  • Relações Humanas

Hoje falaremos de mais quatro teorias, são elas: estruturalista, neoclássica, comportamental e contingencial. Lembrando que existem outros modelos de administração, porém esses são os que mais se popularizaram. Se você não viu a primeira parte desse conteúdo clique aqui e confira! Se você trabalha com gestão, administração ou alguma função ligada a liderança, saber sobre esse assunto é fundamental. Então, vamos começar falar sobre as teorias que faltam? Confira:

Administração Estruturalista

Alguns pensadores, buscando combinar as teorias burocrática, clássica de das relações humanas, chegaram ao modelo estruturalista de administração. Nessa teoria a Organização é vista como uma unidade social. Uma característica marcante desse modelo de administração são as recompensas, que deixam de ser somente materiais e passam ser também simbólicas e sociais. Além disso, os estruturalistas deixam de preocupar-se apenas com fenômenos internos e passam a se preocupar também com os fenômenos externos (utilizam abordagem múltipla).

Administração Neoclássica

O nome já pressupõe, né? Nesse modelo administrativo retomam-se os pensamentos da teoria clássica. Além da retomada de princípios da administração clássica, esse modelo também possui outras características, dentre elas: foco na administração e na gestão, disseminação de um pensamento baseado em metas e resultados (tudo deve ser feito pensando nos resultados e objetivos da Organização) e maior flexibilidade em relação à teoria clássica. Em suma, podemos dizer que a Administração Neoclássica é uma evolução da Administração Clássica.

Administração Comportamental (ou Behaviorista)

Aqui o foco são as pessoas. O comportamento humano passar a ser a ser estudado e é a principal característica desse modelo de administração. Alguns dos estudos que levados em consideração são:

  • Teoria de Maslow

Já ouviu falar na Pirâmide de Maslow? A ideia apresentada nessa teoria se baseia no fato de que a felicidade/autossatisfação do ser humano está ligada às seguintes necessidades: fisiológicas, de segurança, sociais, de estima e autorrealização. A teoria da Maslow tem grande importância na evolução do comportamento humano e é estudada até hoje.

  • Teoria de dois fatores

Essa teoria foi apresentada por Frederick Hezberg, segundo ele, dois fatores são responsáveis pelo comportamento das pessoas no ambiente de trabalho, são eles: higiênicos e motivacionais.

  • Teoria X e Y

Elaborada por Mc Gregor, onde a teoria X trata-se da concepção mecanicista e pragmática e a teoria Y trata-se de uma concepção moderna sobre o comportamento humano.

Administração Contingencial

A “relatividade” é uma característica marcante nesse modelo. Além disso, admite-se a importância da tecnologia e da adaptação da Organização às mudanças que a tecnologia traz. Essa teoria administrativa surgiu como resultados de estudos sobre os outros modelos já existentes. Chegou-se à conclusão de que não existe um modelo único de administração, situações e cenários diferentes, requerem ações e planos diferentes. Bom, falamos um pouco sobre as 8 principais teorias da administração. Se você pesquisar, vai encontrar outras diversas, entretanto, essas são as mais populares na evolução da administração e gestão das Organizações.

Gostou desse conteúdo? Então que tal aprofundar seus conhecimentos sobre os principais modelos de gestão? Vem com a gente!

Quer receber notificações sobre novos artigos? Assine a nossa Newsletter clicando aqui!