7 dicas para montar um planejamento eficaz para sua gestão

Elaboramos 7 dicas para montar um planejamento eficaz para sua gestão. Você compreende qual é a importância de um bom planejamento para o sucesso do seu negócio? Então vamos para uma análise:

Em um mercado com milhares de opções, onde os consumidores, em paralelo a evolução tecnológica, assumiram o poder, onde mudanças acontecem a cada milésimo de segundo, e novas portas se abrem ao passo que outras se fecham diariamente, qual é a chance de você fazer sucesso no mundo dos negócios, com base em achismos?

Sem um planejamento eficaz, não é possível ter certeza sobre nada, é como estar no meio do Oceano sem nada para te guiar. É exatamente por isso que grandes ideias e negócios promissores se encerram, antes mesmo de tomarmos conhecimento de sua abertura.

Antes de qualquer coisa, planeje. Quando o seu negócio estiver prosperando, continue planejamento, reveja estratégias, mensure resultados, planeje de novo. Depois que você tiver entendido a importância do planejamento, entenda que para atingir os resultados esperados, é necessário segui-lo à risca.

Uma meta não é nada sem um bom plano de ação. Cada mínimo detalhe importa, e mais do que isso, os detalhes podem ser pontos chave para manter a prosperidade do seu negócio.

#1 Entenda o contexto da Organização

Comece o planejamento captando informações sobre o contexto em que seu negócio se encontra. Uma ferramenta que pode te ajudar nesse sentido é a Análise SWOT (ou FOFA). Dessa forma, você conseguirá fazer uma análise completa do cenário interno (forças e fraquezas, e também do cenário externo (oportunidades e ameaças).

Você também pode utilizar o Benchmarking, para analisar e buscar entender como a sua concorrência está obtendo sucesso.

O importante é que nesta etapa, fique bem claro o cenário em que o seu negócio se encontra, para que seja possível encontrar o seu lugar no mercado.

#2 Estabeleça seus objetivos

A única forma de chegar a algum lugar, é sabendo onde você deseja chegar. Além disso, metas e objetivos bem estabelecidos, servem como um guia para a elaboração de estratégias eficazes.

Leve essa etapa a sério, e entenda que cada meta alcançada por sua equipe, é um passo dado, portanto, te deixa mais próximo de chegar ao objetivo maior.

#3 Envolva o time

Sem uma equipe comprometida e envolvida com as metas e objetivos da Organização, tudo fica muito mais difícil. Portanto, invista em seus colaboradores, incentive-os a executar suas funções com excelência.

Para isso, é importante investir em treinamentos e cursos para aprimorar os conhecimentos de cada um, mantê-los atualizados, e ainda, fazer com que se sintam valorizados. Outro ponto importante, é sempre manter as áreas integradas, incentivando a comunicação e troca de ideias. Por fim, sempre busque maneiras de mostrar a cada um, o quanto sua função é importante para o todo.

Faça-os sentirem-se parte da Organização. Forças unidas são capazes de chegar muito mais longe.

#4 Trace uma estratégia

O que é uma meta sem uma boa estratégia? É apenas uma meta. Traçar o caminho que deverá ser seguido é a melhor maneira de tornar os sonhos uma realidade. Boas estratégias também são responsáveis pelo aumento de produtividade e redução de custos.

Além disso, sua equipe precisa de um norte para seguir, não é mesmo? Caso contrário, a única coisa que veremos, serão pessoas seguindo caminhos opostos, buscando um só resultado, e isso não é exatamente a definição de “trabalho em equipe”.

#5 Determine prazos e custos

Definir prazos para as metas e objetivos é essencial, inclua essa informação em sua estratégia. Somente assim, é possível definir o que cada um deve fazer, em quanto tempo, qual será a mão de obra necessária para atingir os resultados no prazo, etc.

Levantar os custos envolvidos em todo o processo também é parte fundamental do seu planejamento. Afinal, é preciso se ater a realidade financeira da Organização, para não traçar planos impossíveis que só gerarão frustrações para o time.

Outro ponto importante, é analisar qual será o retorno do investimento e em quanto tempo deseja obtê-lo. Afinal, manter o negócio crescendo é primordial, certo?

#6 Acompanhe e analise os resultados

Existe alguma outra forma de saber se todo o esforço está valendo a pena? Se os resultados esperados, estão sendo alcançados? Analise os indicadores e tenha a certeza do que está dando certo, e o que não está.

Você pode desenvolver o planejamento mais cauteloso, detalhista e “perfeito” do mundo, ainda assim você precisa estar preparado para os contratempos. Em primeiro lugar porque é praticamente impossível que tudo saia como o planejado, e em segundo lugar porque podem haver pontos a serem melhorados e/ou alterados no planejamento, de forma a otimizar os resultados.

Já disse e repito: Nada é tão bom que não possa ser melhorado.

#7 Você tem um bom plano de ação?

O time deve estar 100% preparado para contratempos, necessidades de melhorias, mudanças e/ou inovações. Não há tempo para pensar em uma solução, depois que o “estrago” estiver feito, é necessário agilidade e eficácia.

Uma gestão baseada em riscos é PRI-MOR-DI-AL. Ter planos de ação na manga te coloca a frente e minimiza impactos de erros, não-conformidades e afins.

Para não se perder no Oceano dos negócios, é necessário aprender a nadar conforme a maré. Trace a direção e tente nadar mais rápido que a sua concorrência, rumo a preferência dos consumidores.

Se você gostou desse conteúdo, recomendamos que você leia este texto sobre software de gestão da qualidade. Em breve estamos de volta com mais conteúdos exclusivos para você!