6 práticas para facilitar a rotina da gestão da qualidade

  1. Planejar

Toda organização deve possuir objetivos. Para alcança-los, é essencial planejar toda as etapas do processo para que a equipe esteja bem direcionada e preparada para lidar com possíveis contratempos.

Um bom planejamento permite organizar as atividades diárias, tornando os dias mais produtivos e saudáveis. Além disso, permite a todos uma visão ampla das metas que precisam ser alcançadas.

  1. Organizar os documentos

Os documentos contêm informações importantes sobre a empresa. Por isso, a preocupação em organizá-los deve estar presente nos hábitos da equipe. Essa organização torna muito mais fácil o monitoramento adequado desses documentos. Além disso, é possível localiza-los com maior facilidade.

A segurança é um fator primordial nessa organização. Por isso, é necessário guarda-los em locais seguros para evitar perdas e o acesso de pessoas não autorizadas.

  1. Monitoramento Periódico

O monitoramento periódico deve ser feito para revisar documentos, avaliar eficácia de treinamentos e processos, etc. Isso é importante pois é uma forma de identificar pontos que precisam ser corrigidos e/ou melhorados. Por exemplo:

A revisão de documentos permite atualizar procedimentos que estão desatualizados, ou até mesmo identificar a necessidade da inclusão de novas informações.

  1. Incentivar a comunicação

A comunicação interna é um ponto chave, afinal, “a união faz a força”. Além de ser muito importante que todos estejam alinhados e seguindo a mesma direção, também facilita na tomada de decisões, pois essa troca de ideias permite enxergar as coisas de forma mais clara.

Além disso, um ambiente de trabalho harmonioso e com uma equipe unida tende a ser mais produtivo.

  1. Inovar

A inovação deve ser constante. Tudo muda a todo momento, os consumidores mudam, e a organização tem de estar preparada para atender essas mudanças. Por isso, inove, implante melhorias, invista no novo, esteja um passo à frente de seus concorrentes e surpreenda os seus clientes.

  1. Feedback de Clientes

Todas essas práticas acima devem ser realizadas pensando na satisfação dos clientes. Com isso em mente, podemos perceber que o feedback é essencial para medir se todos os esforços da equipe estão valendo a pena.

Com o feedback é possível saber o que o consumidor espera do produto/serviço. Os feedbacks positivos mostram que a empresa está seguindo a direção certa. Enquanto os feedbacks negativos possibilitam que a equipe tenha conhecimento de tudo que precisa ser melhorado para atender as expectativas do cliente.

Para facilitar ainda mais existem ferramentas da qualidade (5w2h, ciclo pdca, digrama de pareto, etc.) e softwares que auxiliam na organização e monitoramento das ações realizadas.

Assine a nossa Newsletter  e receba notificações sobre novos artigos!